quarta-feira, 25 de junho de 2014

O que o mundo pensa sobre a influência da Tecnologia na Educação

Olá professores e professoras!
Recentemente a Intel divulgou os dados de uma pesquisa sobre como as pessoas esperam que as inovações tecnológicas interfiram na sua vida. 
É claro que devemos levar em conta que o interesse deles é comercializa seus produtos em primeiro lugar, mas não deixa de ser interessante analisar os dados.
A chamada “Intel Global Inovation Barometer” (algo como Medidor de Inovação Global) entrevistou 12,000 pessoas com mais de 18 anos. Foi uma pesquisa feita online pela Peen Schoen Berland à pedido da Intel no Brasil, China, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão e Estados Unidos entre os dias 28 de julho e 15 de agosto de 2013
 Clique aqui para ler mais sobre o assunto
Clique aqui para saber mais sobre o tema

A pesquisa contou a partir deste ano com uma parte destinada às percepções do uso de tecnologia na educação. O documento chamado “Classroom of the future” mostrou dados otimistas  e que levam à muita reflexão.
A porcentagem de pessoas que pensam que os professores devem se apoiar de forma mais enfática em tecnologia para melhorar os métodos de ensino é de 77% no Brasil e de 69% nos outros países.
Em relação à sala de aula, 82% dos brasileiros pensam que em no máximo 10 anos as atividades online farão parte como atividade complementar no ensino fundamental.  Uma grande parte, 66% acha que neste tempo as provas impressas serão abolidas e as avaliações serão feitas somente em ambiente virtual (isso sim vai dar discussão, mexer com avaliação de professor é coisa séria!! rss). Os alunos deverão obrigatoriamente portar tablets nas salas de aula, é o que pensa 55% dos entrevistados.
           Pode parecer maluquice isso tudo, para nós professores que sabemos de todas as dificuldades dentro da escola pelas coisas mais simples. Mas devemos lembrar que 10 anos atrás o facebook estava sendo lançado, e hoje ele domina o mercado mundial. Quer dizer, quando se trata de tecnologia, muita coisa pode acontecer em um curtíssimo espaço de tempo.


       A parte mais legal é que 65% dos brasileiros acham que a tecnologia vai ajudar a aproximar professor e aluno em sala de aula, tornando uma relação mais forte e de maior respeito. Para 79%, os softwares disponíveis para educação irão ajudar ao professor a dedicar mais tempo ao estudante, para um ensino personalizado

.

        No geral, 60% dos entrevistados pensa que o ensino com o uso de tecnologia vai transformar o processo educacional em experiência pessoal, social e colaborativa.

        Essa parece ser mesmo a tendência!

        E você, o que acha?


segunda-feira, 9 de junho de 2014

Programas intel Educação

   Olá colegas, do mesmo modo que está em voga empresas investirem em sustentabilidade para ganhar visibilidade e credibilidade, o campo da educação também é contemplado por muitas empresas que podem prestar serviços neste sentido.
     Hoje falaremos dos programas de educação da Intel.
Clique aqui e conheça a política da Intel para a Educação
     Eles tem várias iniciativas que incentivam a utilização de tecnologia como ferramenta para aperfeiçoar a eficiência do processo de ensino-aprendizagem.
     São cursos online e presenciais de capacitação de professores em vários níveis.
     A Série elementos são minicursos online sobre temas como “Aprendizagem baseada em Projetos” e “Colaboração em Sala digital”. Estes minicursos são apresentações interativas e são muito pertinentes à realidade do professor. Vale muito a pena conferir. Não precisa nem de cadastro.
Clique na imagem para conhecer o curso
Os cursos tem um ambiente muito agradável e com linguagem acessível mesmo para os professores com menos conhecimento em informática. Clique e conheça este
Curso muito instigante sobre um tema sempre latente:A Avaliação.Confira
     Os cursos presenciais são requeridos pelo estabelecimento de ensino, mas tem muita coisa útil para professores de todas as disciplinas.
     A Intel fornece algumas ferramentas pontuais também, como o programa SKOOL que é uma interação muito divertida e eficaz de recursos tecnológicos e educação. O site está diretamente vinculado ao MEC e fornece atividades para as disciplinas de Matemática, Álgebra, Geometria, Física, Química e Biologia.
Você é professor de exatas ou biológicas? Precisa ver isso!!
     Tem também uma iniciativa bastante abrangente chamada Intel Aprender, que é voltada para educação, formação e empreendedorismo comunitários, para comunidades mais carentes de recursos.
Clique na imagem e conheça mais sobre o programa

     Quem tiver alguma experiência com esses cursos ou souber de mais informações, não esqueça de comentar.

Abraços!!