terça-feira, 30 de setembro de 2014

Concurso UNESCO - Selfie com seu professor

Estamos chegando no mês de comemoração ao dia dos professores.

Algumas iniciativas já estão sendo tomadas para lembrar a data e tentar motivar o máximo possível essa categoria tão valorosa e tão desvalorizada.

E é com o intuito de valorizar e incentivar o professor e também lançar um olhar mais interessado ao importante trabalho deste profissional, que a  UNESCO no Brasil promove um concurso muito legal.

“SELFIE COM SEU PROFESSOR”

Alunos de todo o Brasil podem participar deste projeto, basta tirar um selfie bem bolado e criativo com seu professor e responder à pergunta:
“O que você faria para valorizar o trabalho do seu professor?”

Os mais criativos receberão tablets. O prazo final de envio é 13/10. A foto deve ser publicada na sua própria linha do tempo. Veja mais detalhes no site da UNESCO clicando na imagem abaixo.

Clique aqui e saiba mais sobre o concurso

Importante aproveitarmos mesmo iniciativas assim, principalmente por conta da data que se aproxima. Datas são sempre importantes para relembrarmos as prioridades, lutas e conquistas!

Um grande abraço e boa sorte a todos!!

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Biblioteca Temática. Tecnologia e Educação

Saudações colegas professores e professoras

Todos nós temos clareza sobre a importância de FONTES para qualquer trabalho que tenha a pretensão de ser levado a sério.

A internet com certeza é um grande depositório de fontes, umas com mais credibilidade do que outras, isso é certo. E pela vastidão do ciberespaço, muitas vezes se torna trabalhoso e demorado a busca por informação confiável, visto que se faz necessário visitar vários endereços para que se encontre uma boa bibliografia para download.

 Visite nossa biblioteca e nos ajude a enriquecê-la
Visite nossa biblioteca e nos ajude a enriquecê-la!!

Neste sentido, com a intenção de facilitar ao professor que tem interesse em se qualificar melhor sobre o uso de novas tecnologias no ambiente pedagógico, nós do Projeto Professor WiFi disponibilizamos uma biblioteca temática, cujo foco é justamente se especializar no assunto para que você possa embasar sua prática com referenciais teóricos e exemplos práticos.

Contamos no momento com algumas dezenas de publicações em PDF para download grátis, mas gostaríamos de solicitar a quem tiver interesse em ajudar a todos e que possua livros digitais relevantes ao tema, a gentileza de nos enviar o material para que ele possa ser disponibilizado nesta biblioteca e assim multiplicar sua capacidade de auxiliar aos colegas professores e professoras.

Um grande abraço!!

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Fisica Marginal?

Olá colegas professores e professoras!

Hoje o tema é Física, mas o assunto interessa a todos como sempre, pois com certeza a ideia pode ser utilizada por todos.

Conheci o Professor Idelfranio na Interdidática, uma feira de educação que rolou em SP mês passado. Ele deu uma palestra sobre seu projeto na internet e nos contou como sempre teve os problemas típicos de todo professor de Física, em relação à rejeição dos alunos em geral(e do público em geral também).

Física Marginal é a maneira que encontrou de explicar física ao mundo, mas não da forma convencional, e sim de uma forma marginal, fora do eixo costumeiro. Ele confessou que, sempre o incomodou muito a maneira com que os problemas de Física são propostos. Sempre acreditou em uma forma mais "amigável" de se ensinar Física.

 Clique para conhecer o site
Clique para conhecer o site

Ele explica em seus vídeos, o que há de Física em quaisquer situações do cotidiano. Inclusive costuma responder em seu site às perguntas de alunos para que ele explique a FÍSICA MARGINAL de algum ponto ou situação específica.

Um bom exemplo é um dos vídeos do canal ao vivo que seria no dia dos pais, então ele fez uma explanação de várias formas que a Física está inserida no contexto de um pai.

Outro lance legal é que ele tem uma plataforma onde alunos podem se cadastrar para assistir aos vídeos, enviar dúvidas e responder a enquetes sobre seu desempenho. Ainda é grátis!!

Os vídeos dele são ótimos não só pelo conteúdo, mas pela montagem e edição que é feita para que a aula se torne ainda mais agradável à sua audiência. Repare como ele interage com as imagens que utiliza para explicar os conceitos nas aulas.



Parabéns ao Professor Idelfranio!!

Acho que consigo imaginar que é possível algum tipo de atividade assim com as minhas aulas de História.

E você colega, o que pensa?

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Histórias em Quadrinhos na sala de aula!!

Olá colegas professores e professoras.

História em quadrinhos faz parte da infância de muita gente, e com certeza não saiu de moda por conta da tecnologia.

Hoje viemos trazer algumas dicas sensacionais de sites incríveis onde você professor, pode montar suas próprias histórias em quadrinhos e assim produzir conteúdo juntamente com seus alunos.

Você vai ver como é realmente muito mais fácil e divertido do que você pode imaginar!!

Como usar?
O professor pode produzir o conteúdo relativo à sua matéria e publicar online, pode ainda imprimir para usar em aula, pode fazer montagens de vídeo e PowerPoint com os quadrinhos, ou pode salvar como imagem e distribuir aos alunos...

Pode ainda solicitar aos alunos que criem os HQs a partir de situações mediadas pelos professores, o que vai ao encontro do que se espera do atual processo de ensino aprendizagem, onde o aluno é construtor do próprio conhecimento.

Características
A maioria das ferramentas disponíveis são em inglês, ainda assim existem boas opções em português e gratuitas, além disso os navegadores fazem sempre um bom trabalho ao traduzir a página, fazendo o contexto ficar mais inteligível.

No geral, após um rápido cadastro, você se vê em uma página onde escolhe quantas tiras vai utilizar e logo pode escolher os itens dos cenários, geralmente existem inúmeros ambientes, objetos, animais e personagens para se escolher. Além disso, cada um destes itens pode ser modificado, por exemplo, os personagens podem ter suas feições,  membros e até posições alterados para a necessidade do autor.

Se desejar, pode pagar para ter alguns recursos extras, como criar pastas pessoais por exemplo.

Parece ser o mais completo e com mais opções de montagens. Este site também disponibiliza uma área exclusiva para professores que quiserem criar ambientes virtuais de aprendizagem para seus alunos. Este serviço é pago.
Quando da confecção deste post, não estávamos conseguindo fazer uma tira com o Pixton, mas o site é bem antigo e confiável. Segue abaixo um vídeo de apresentação do site.
Clique aqui para ver um vídeo e conhecer mais dessa incrível ferramenta!É muito fácil, acredite!!

Não tem tantas opções, mas os personagens são simpáticos e também é bem fácil para se criar a HQ. Veja um exemplo que criamos em alguns minutos.



Este parece mais com os desenhos animados da televisão, e por isso tem muitas opções se o ou a colega tiver interesse em navegar no site. Veja nossa tirinha feita em alguns minutos para ilustrar esta matéria.

Este site aposta em personagens simples e meio soturnos. Muitos alunos gostam do estilo destes personagens.

Este site produz pequenas histórias e não só tiras. É nacional e muito fácil de utilizar. Pena conter tão poucos personagens e itens em relação aos outros sites. Mas vale muito conhecer e deixar nos favoritos também!!
Esperamos que estas informações lhe sejam de grande valia!!

Um abraço e não deixem de postar sobre como utilizaram as HQs em suas aulas!!


quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Práticas com Facebook na sala de aula

Olá colegas.

Este post é para falarmos sobre práticas  de utilização do Facebook em aula e complementar as ideias do vídeos 2 da série “Ei professor, você tem 5 minutos”.



Sobre a primeira atividade proposta, achamos bacana o professor conversar com a turma sobre a utilização do Face nas aulas. É importante chegar a alguns acordos, como disciplina, conteúdo das postagens e prazos. A molecada geralmente se mostra simpática à ideia.
 Clique aqui para acessar a apostila FACEBOOK PARA EDUCADORES
Clique aqui para acessar a apostila FACEBOOK PARA EDUCADORES

Ao levantar uma discussão sobre os níveis de credibilidade das fontes na internet o professor estará orientando os alunos a serem leitores críticos construindo critérios para confiar em determinada informação encontrada na rede.

Este tipo de atividade é importante para todos os professores uma vez que para o bem e para o mal a principal fonte dos alunos quando solicitamos trabalhos de pesquisa é a internet.

Se o professor sentir necessidade, também pode ser muito útil além de construir com os alunos elementos para filtrar as informações também explicar o que é plágio, cópia indevida de conteúdo e a diferença entre ambos e uma citação que é perfeitamente aceitável em um trabalho.

Vale lembrar que ao iniciar o trabalho com o Facebook o professor deve ter em mente quais são as principais intenções dos alunos ao utilizar esta rede social. Nas pesquisas que realizamos com os alunos eles citaram:

Diversão, postar fotos legais, espionar conhecidos, comentar posts para criticar ou apoiar determinada opinião, participar de campanhas e brincadeiras coletivas ( desafio do balde, da foto sem filtro e sem maquiagem por exemplo) ser visto, chamar atenção, receber curtidas , comentários e elogios.

Ao se apropriar dessas informações é essencial que o professor amplie os objetivos dos alunos com esta nova ferramenta, mas não excluindo o que ela representa. Por isso as atividades precisam promover interação, imagens são necessárias até porque boa parte dos nossos alunos  desta geração são bem visuais. Os trabalhos propostos precisam aliar conteúdo, diversão e é quase que essencial que gerem comentários e curtidas.

Nossos alunos costumam se interessar mais quando seus post são visualizados, curtidos e comentados, por isso o professor pode incentivar outras turmas a discutirem o conteúdo postado por seus colegas.
Podemos também criar um grupo de mediação, em que o aluno possa fazer perguntas sobre a matéria ou assuntos relacionados. Nestes grupos todos os participantes poderão responder as questões, mas cabe ao professor mediar da melhor forma possível para evitar erros conceituais.

Sobre a atividade dos perfis, a utilidade é realmente ampla, basta ter imaginação, pois depois que eles começarem a atividade com certeza vão ampliar seus conhecimentos com as construção dos perfis à medida em que vão tendo que pesquisar para informar os dados pedidos pelo perfil, como cidade natal, onde trabalhou, o que faz(ou fez), qual ideologia, enfim postando comentários de acordo com a atividade e realizações da pessoa, emitindo opiniões coerentes com o pensamento da pessoa.

É importante nesta atividade que o professor antecipe possíveis problemas, por exemplo, não seria aconselhável que os alunos fizessem um perfil do Hitler. As postagens poderiam ter um teor preconceituoso, ofensivo e violento e não é essa a intenção da atividade.
Todo este trabalho aproxima o aluno do professor, as aulas normalmente são mais descontraídas e os comentários nas postagens variam de textos grandes, críticos, avaliativos, a elogios, piadas aceitáveis. Além de promover a interação entre as salas que possuem o mesmo professor. 

Ocorre muito também de aquele aluno que não é participativo em aula, mostrar que se comunica muito melhor desta forma. Entre eles não me lembro de algum que não gostou ou não se deu bem nas atividades.


Se for bem planejado e empolgante, o trabalho com certeza se tornará divertido para o aluno e professor.

E não deixe de assistir ao vídeo sobre utilização do instagram para práticas pedagógicas.

CLIQUE AQUI

E ai, qual sua opinião sobre tudo isso? Vamos tentar? 

Grande abraço