quinta-feira, 28 de maio de 2015

Olesur, site ótimo para professores do Ciclo Fundamental I e para Professores de Idiomas!


Olá colegas!!

A postagem de hoje é sobre um site que pode ajudar bastante professores de Espanhol e do ensino infantil, por que a maioria das atividades está em espanhol, mas as pastas, imagens e exercícios com certeza podem ajudar a qualquer professor, pelo menos na preparação da aula!!

O Olesur é uma plataforma online que disponibiliza ao professor exercícios prontos de matemática, caligrafia e algo sobre letramento e escrita. O programa permite ainda criar todo esse material em PDF!

A ferramenta funciona originalmente em espanhol, por isso devemos sempre ficar atentos às diferenças com o Português, e isso pode tomar um pouco mais do seu tempo, mas depois que você conhece a ferramenta, fica fácil!

É uma ótima ferramenta principalmente para professores de idiomas também, pois traz inúmeras ideias de atividades, especialmente para professores de Espanhol!.

Ainda assim, o fato do site ser em espanhol limita um pouco a utilização desta ferramenta por professores brasileiros.

Clique aqui para ir para o site


A página inicial parece confusa, mas é só perceber qual atividade está sendo mostrada em cada janela, que você já começa a entender e percebe como achar o que procura. Não é necessário cadastro.



Clique na imagem para
conhecer a parte de matemática











Na parte de MATEMÁTICAS existem diversos formulários para se criar fórmulas e até problemas matemáticos. O pesar é que os problemas criados estão em espanhol, mas de qualquer forma já serve como um suporte para o professor preparar sua aula.

Basta clicar nos botões CREAR que aparecem nas páginas escolhidas. Automaticamente é criado um arquivo PDF com o conteúdo que você formatou ou simplesmente solicitou.

Repare a que a barra lateral ao lado direito traz outras opções de atividades a serem criadas. Navegue a vontade por elas















Clique nesta imagem paraconhecer a parte de Linguas








Na parte designada LENGUA, você encontrará diversas folhas para imprimir que trabalham letras e sílabas.
Muitas delas podem ser baixadas em PDF e impressas.
Uma outra ferramenta útil é a Caligrafia, acredito ser muito útil principalmente para professores do Fundamental I























Clique para conhecer esta parte do site









Existem outras duas partes, Jogos Educativos e Inteligência. Nestas existem muuuuitas atividades disponíveis que podem ser usadas em diversos contextos, conteúdos e temáticas, mas cabe ao professor definir, principalmente por que provavelmente será preciso uma certa adaptação por conta do idioma.

Mas olha só, repito, tem muitas atividades para professores do Fundamental I, como cards, jogos e atividades!

No geral o programa é muito legal e se não fornece tantas opções de criação fáceis em português, ao menos dá muitas idéias do que fazer!!

Alguém aí já usou esse programa??

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Vc é professor Substituto? Eis algumas ideias pra suas aulas!

Olá professor! Olá professora!

Aqui em São Paulo quando o professor titular não pode comparecer à aula, entra em cena o "professor eventual" nas escolas do Estado e o "módulo" nas escolas municipais! Não sei bem como esta categoria é denominada em outros estados, adoraria que postassem nos comentários do post, a forma como se referem aos professores substitutos em seus Estados!!!

Eu mesmo para completar minha jornada dou aulas como professor substituto.
                                                        
Ao conversar com outros professores que também dão aulas eventuais, as maiores dificuldades apontadas são a indisciplina, a falta de tempo para preparar uma aula ou o pouco conhecimento do conteúdo a ser desenvolvido.

Clique aqui e veja o artigo sobre um programa que pode ajudar contra a indisciplina!

Queria compartilhar uma atitude pessoal minha, que é trabalhar com temas transversais em aulas eventuais. Decidi escrever sobre isso, pois percebi que muitos professores com quem converso tem dificuldade em trabalhar quando o professor titular não deixou um conteúdo a seguir, e também não encontrei muita coisa sobre esse tema buscando na rede.   

Quando você entra em sala sem um diário ou outra situação em que os alunos saibam que não haverá uma cobrança, tudo parece ficar mais difícil. Mas não precisa ser assim.

Os temas transversais devem ser trabalhados em todas as aulas e dentro de todos os conteúdos, porém  o conteúdo do currículo tem total prioridade e muitas vezes como este conteúdo também está atrasado, não sobra tempo pra mais nada.

As aulas eventuais muitas vezes se tornam um tempo sem prática pedagógica onde os alunos devem ficar em sala só pra não perambularem pelos corredores, mas sabemos que é um tempo que pode e deve ser usado de forma útil.

Temas transversais são ideias ótimas para atividades pedagógicas em aulas de substituição, justamente pois dialogam com várias disciplinas ao mesmo tempo, além dos temas serem mais abertos para que alunos reflitam sobre suas posições... Também dão ao professor substituto um leque maior de assuntos a serem trabalhados e assim também mais fontes a esse professor.

Neste sentido, mesmo sem material específico, podem ser criados debates, jogos, discussões que trabalharam diversos temas muito importantes para auxiliar na formação de um cidadão consciente.

E no final de cada aula, o professor ou os próprios alunos podem tirar fotos ou fazer pequenos vídeos dos trabalhos, cartolinas, desenhos, teatro ou quaisquer outras atividades que  nasceram na aula e postar no blog ou facebook da turma ou da escola!

O professor pode ainda, se houver disponibilidade, dar a aula com projetor e conexão à internet, ou mesmo na sala de informática, para que possa indicar sites sobre os temas que estão sendo discutidos!
Se houver disponibilidade de tablets, os alunos podem buscar também imagens para retratar o tema discutido. Tb pode ser usado o celular em grupo...

Eis algumas ideias de como lidar com alguns temas:

­
ÉTICA
Por que não trazer as novelas para a aula? Falar sobre novelas vai te garantir uma boa atenção, novelas tem um alcance maior do que o livro didático...não é!?
... e como é fácil pensar em cenas de novelas que rendem ótimas discussões sobre ética.
O tema corrupção e suas várias faces também podem ser discutidos. Nossos alunos por vezes só enxergam os grandes casos midiatizados, mas costumam ignorar a corrupção do dia-a-dia.

PLURALIDADE CULTURAL
Os hábitos musicais, por exemplo, dos alunos são praticamente ignorados, mas fazem parte de quem aquele jovem é e de quem pretende ser. Pluralidade Cultural é um tema que agrada muito a eles, principalmente se for vinculado com alguma característica desses jovens e seus grupos, como a música, marcas e mesmo as pequenas tribos que existem entre eles....
Também podemos falar de grafite, games, moda e outras realidades comuns aos jovens.
Para iniciar o tema, pode perguntar sobre os hábitos de downloads dos alunos, quais baixam mais músicas, mais filmes, de qual tipo...? Se frequentam lugares que tem grafite, saraus, grupos de dança ou de leitura...
O professor pode também perguntar se alguém acompanha algum canal do Youtube sobre o tema que está sendo conversado. Alguém sempre conhece algum canal de vídeos hj em dia, e isso pode ter a ver com a pluralidade cultural dos seus alunos!

MEIO AMBIENTE
Uma ótima forma de abordar o meio ambiente é falando sobre os temas que costumam estar presente nos filmes. Uma boa forma de prender sua atenção é com assuntos assim, bombásticos!! Aquecimento global secas, inundações, violência indiscriminada do homem contra os animais... e também grandes ações ou mobilizações em favor da humanidade e do planeta.
E sempre mostrando como isso afeta a eles, quem sabe trazer o assunto para a realidade do município ou do bairro em que moram. Mais uma vez podemos assim perceber muitas minúcias sobre a forma destes jovens entenderem o mundo.

SAÚDE
Este tema por vezes pode soar como ultrapassado, os adolescentes não gostam de falar sobre sua higiene pessoal... sempre cria constrangimento, mas é necessário! Coragem colega, podemos começar pegando leve, falando de higiene no cuidado com Piercing, alargadores e os riscos de fazer tatoo em locais que não primam pela Higienização das ferramentas utilizadas, assim você terá mais abertura para falar do cuidado bucal , do chulezinho da galera, do suor entre outros.
Esses dias descobri tratando sobre o tema que duas garotas da escola mantinham um blog sobre Automutilação, os blogs eram de meninas que se deixaram de se cortar e passaram a escrever para desestimular outras jovens. Um assunto tristemente comum a essa rapaziada, mas reparem como desta forma o professor ganha terreno no universo destes jovens e também mais ganchos para novas ações!


TEMAS LOCAIS
Um outro assunto muito legal de trabalhar e que costuma dar muito certo é a Violência.... os alunos se mostram sempre muito participativos e o professor pode perceber também diversos aspectos de como este jovem entende o mundo. Ao indagar, por exemplo, sobre quais tipos de violência eles conhecem, as respostas podem ser anotadas e discutidas uma a uma... violência sexual, doméstica, policial, bullying, e etc...
Dá pra levar jornal pra aula e pedir pra que recortem imagens ou artigos que façam referência a violência, por exemplo, e então trabalhar os motivos da violência e as melhores formas em se lidar com a situação.
"Não estou autorizado a demitir o Professor Substituto"

A gente por aqui concorda em alguns princípios básicos que, já percebemos, nos ajudam a manter a turma sob controle, pelo menos no nosso caso.

  • Não deve parecer lição
  • Não pode ser só discussão
  • Tem que ser divertido ou interessante
  • Precisa apresentar soluções alternativas ou o começo da resolução de um problema.
  • Tudo deve acontecer entre o início e o fim da aula, sem deixar nada pra outras aulas!

Abaixo seguem alguns links legais sobre o assunto!

Estes são blogs de professores que contam suas rotinas como substitutos!
Muitos professores aí  vão se identificar bastante!
E é legal ver que não estamos sós e assim, acabamos aprendendo também com a experiência dos outros!!!



Revista Nova Escola:



Artigos Acadêmicos


E você? Dá aula como substituto? Fale-nos sua impressão sobre esta situação ou conte-nos alguma experiência com o uso de tecnologia em aulas assim!!

Grande abraço!!

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Conheça o Class Dojo, aplicativo pra ajudar na indisciplina

Olá colegas! Uma amiga nossa chamada Paola Pidleski, coordenadora pedagógica daquelas que fazem muito bem o seu serviço, nos falou sobre o aplicativo Class Dojo a algumas semanas atrás. Eu lembrava de já ter ouvido falar sobre, mas nunca tinha tido nenhum contato com este app até então.


Semana passada, rolou um daqueles papos de sala dos professores, conversando sobre indisciplina e tal... sempre acontece neh!?

Daí que fiquei de procurar alguma ferramenta que pudesse auxiliar nesse que é um assunto tão importante e cada vez mais recorrente em nossa rotina na escola, que é a indisciplina.
Foi quando lembrei do app que a Paola tinha falado...

Eu e Denise acreditamos que um fator importantíssimo para iniciar um caminho de nossas escolas rumo a dias melhores é a aproximação da comunidade com a escola, digo a comunidade em geral que cerca o colégio e tal, mas em especial os pais dos alunos.

E esse aplicativo, ele trabalha justamente nesta união do trabalho do professor com o acompanhamento do pai.

É um programinha super fácil de se manusear e que se baseia basicamente em dar pontos positivos ou  pontos que precisam ser trabalhados aos alunos, e o pai recebe automaticamente tais comentários e pode assim acompanhar bem mais "de perto" a vida dos filhos!

Claro, a utilização depende da realidade de cada um e provavelmente em alguns casos precisará de alguma adaptação.

Acompanhe nas imagens abaixo:
Primeiro clique no alto a direita em "configurações de perfil" para trocar o idioma para português

Acerte Idioma&Fuso Horário

Depois de fazer o cadastro, você começa a montar sua sala. Dê um nome para a sala e selecione a série.

Você pode inserir o nome dos alunos manualmente ou carregar de um arquivo de Excel. Daí vc escolhe um avatar para o aluno, que pode ser mudado pelo próprio aluno, quando ele estiver logado.
O aplicativo permite o cadastro e acesso dos respectivos alunos e pais.


Depois disso você cadastra o endereço de e-mail dos pais

Então você verá que existem já umas ações pré gravadas. Repare abaixo que o professor do jovem Johnny Deep tem algumas opções... em verde(fez tarefa/participativo/trabalhando duro) e em vermelho (não está fazendo tarefa ou está atrasado/falando fora de hora/despreparado).


Estas posições podem ser completamente editadas, para o professor se adequar a qual tipo de observação irá fazer
.
Por exemplo


Os aspectos positivos que vem previamente colocados podem ser completamente editados
Repare que criamos aqui a observação positiva "Conciliador"
Aqui criamos o fato observado que precisa ser melhorado "Sem Uniforme"
Fatores que precisam ser melhorados também podem ser editados

Daí os pais recebem em tempo real ou via e-mail todos estes fatos apontados sobre os filhos!

Acredito que muitos percebem que a ausência, ou distanciamento, dos pais da vida escolar dos filhos é um fator importante no rendimento e aproveitamento dos alunos, além de ter relação direta com a disciplina demostrada pelos alunos... ou falta dela!!!

Não conheço ainda alguém no Brasil que usou... na internet encontrei professores estrangeiros que usaram e todos dizem que a principal diferença é no fator disciplina.

Algumas desvantagens também foram apontadas:
-Incentiva recompensas externas
-Pontuar com cliques o comportamento minimiza o caráter individual e subjetivo do aluno.
-Expor pontos negativos pode ser humilhante. (o aplicativo pode ser configurado para não expor as pontuações, mas não sei se o professor sabia disso)
-Alunos podem ficar exigindo pontos positivos para sí ou negativos para outros alunos.

Bem, a discussão está lançada! E que seja enriquecedora!!
Clique abaixo e veja as opiniões.
Para traduzir as páginas, use o google tradutor ou o próprio tradutor do navegador

Site 1 - gettingsmart.com
Site 2 - larrycuban.com
Site 3 - davedogson.com

Realmente acredito que a proximidade dos pais ao cotidiano escolar dos filhos tem muito a agregar, melhorando em vários aspectos o convívio entre professores e alunos e trazendo mais segurança para professores em muitas situações, inclusive no que se refere à indisciplina ou violência escolar!

Eu pretendo usar no semestre que vem, já estou bolando uma forma de apresentar a proposta para os pais e para a direção...

Se alguém por aí já usa o aplicativo, deixe-nos sua impressão no espaço abaixo!!

Se ainda não usou, conte o que achou da ideia!!

Se acha que pode este artigo pode ser útil para outras pessoas, compartilhe!!!

Vamos nos falando!

Grande abraço!!!

ATUALIZAÇÃO 22/05 18:42

E aqui as considerações da Coordenadora Paola Pidleski, aquela que eu citei no início do artigo:


"A única coisa que eu acrescentaria neste artigo, são outras possibilidades positivas que o programa pode trazer. A partir desta ferramenta o docente pode também discutir éticas e valores. Eu acredito que é interessante deixar claro que as ferramentas podem ser utilizadas de diferentes maneiras. Positivas e negativas para a formação dos indivíduos. Elas podem, por exemplo, apenas ter a intenção de domar os corpos, expô-los, tirando suas identidades, formatando-os de acordo com um ideal de comportamento escolar, ou elas podem propor a discussão das éticas e valores que permeiam as relações humanas no espaço educativo. Sobre solucionar a questão da indisciplina, fico com receio de que a galera (professores) se iluda acreditando que o “programa” irá solucionar completamente a questão. Porque a verdade é que este problema é mais profundo. 

Alguns alunos podem querer subverter o jogo. Fazendo com que os pontos negativos sejam mais bem vindos do que os positivos. Isso realmente pode acontecer. Não existe um “programa de computador” ou uma fórmula mágica que dê conta de formar o comportamento humano se não for por meio de discussões que envolvem valores e éticas. E não são somente os valores e as éticas docentes. São os valores e éticas individuais e coletivas. De qualquer forma, vale a pena conhecer a ferramenta e tentar ressignificá-la com os alunos, para que a formação cidadã, crítica e consciente dessa moçada aconteça. 

Ao usar o programa, indico ao professor o seguinte: que construam com os alunos os critérios para a pontuação positiva e negativa. Quem ganha o que e quando? Por que estamos estabelecendo estes critérios para determinadas atitudes? Ou seja, porque estamos estabelecendo essa regra? Ou critério? Isso beneficiar a quem? Ao professor? Ao aluno? Ao grupo? 

E com o passar do tempo, inclusive discutir se premiar os alunos por comportamentos "adequados", de acordo com que o grupo estabeleceu, é uma forma eficaz de compreendermos o outro e de convivermos juntos. Precisamos realmente ser premiados desta maneira? Ou a boa convivência com o outro pode ser uma boa premiação? Mas a construção destas reflexões demandam tempo, paciência e crença de que é possível fazer diferente. 

O programa pode ser uma ferramenta utilizada para que os alunos se enxerguem como grupo e como indivíduos com autonomia de escolhas. Envolvendo as limitações e habilidades individuais e coletivas. Ou o programa pode ser uma ferramenta de barganha e, daí então, ficamos no mesmo, na superficialidade do problema. Mas uma coisa é inegável, esta é uma linguagem que muitas crianças e adolescentes compreendem. O jogo. A virtualidade. O brincar. Por isso pode ser positivo e um ponta pé para muitas discussões".


segunda-feira, 4 de maio de 2015

Livro Didático também é tecnologia!!


Poucos professores sabem, e por isso estamos divulgando para que seja mais acessado: a maioria dos livros didáticos possuem conteúdo digital que podem auxiliar na compreensão dos conteúdos, dinamizar a aula e propiciar novas experiências de aprendizagem.

O livro didático impresso ganhou complementos que podem ser vídeos, animações e até experiências... tudo para tornar a aula mais interessante e interativa . Algumas edições contam até com ferramentas para facilitar o planejamento das aulas e um banco de dados com atividades que não estão nos livros impressos.
iBook. Aplicativo da Apple para criar livros digitais.
Clique na imagem para ler a matéria
Para nós docentes, essa modalidade de livro didático é interessante de várias formas, desde projetar uma página do livro até utilizar o conteúdo digital.
Uma breve pesquisa no google com: o titulo do livro didático + o termo "conteúdo digital" te levará ao site da editora, onde o professor precisa fazer um breve cadastro com informações básicas como disciplina que leciona, escola ... e também o código do livro que fica normalmente na capa ou abaixo no Hino Nacional.

Claro que nem tudo são flores, o conteúdo digital pode ser tão chato quando o livro didático, mas não são raras as ocasiões em que encontrei recursos realmente interessantes como jogos de tabuleiro temáticos, animações sobre os mais variados temas da história, mapas interativos.
Clique aqui e conheça o Plano Nacional do Livro Didático
A minha escola recebeu para escolha de livro apenas 3 exemplares de projetos diferentes, e foram estes que pesquisei o conteúdo digital. Sei que a editora FTD, Moderna e Saraiva ,possuem esta extensão do livro didático impresso. Consultei o conteúdo digital e utilizei nas aulas e os resultados foram positivos. Maior interesse por parte dos alunos e uma compreensão mais ampla do conteúdo.

É bom também informar que os conteúdos estão disponíveis para download, o professor não precisa ter internet disponível na sala de aula (coisa tão rara) para apresentar aos alunos este material.

Seria interessante se pudéssemos compartilhar os códigos dos livros didáticos para que possamos acessar as plataformas digitais afim de conhecer e utilizar um maior número de recursos, alguém sabe se isso é legal? Podemos compartilhas esses códigos? Pessoalmente tenho muita curiosidade para saber como são os livros didáticos de outras partes do país! 

Abaixo segue o link do livro Projeto Araribá da Editora Moderna, em comparação com o conteúdo digital das outras editoras que conhecí o da Moderna é mais completo e acessível. Através desse link você pode ter uma ideia de como são os recursos. 


Clique para conhecer o site digital dos livros didáticos do
Projeto Araribá

Se aproprie colega, esses recursos podem tornar sua aula mais interessante.

Importante lembrar que, o PNLD de 2015 já traz indicações de Livros Didáticos Digitais, que são material didático totalmente digital, para usar nos computadores ou tablets de escolas. Eles possuem conteúdo interativo, chamado de Objetos Educacionais Digitais
Livros Didáticos Digitais da Editora Moderna.
Clique para ler a matéria

Neste caso, eu não sei como funciona, não cheguei q receber nenhum material desses. Mas se alguém que estiver lendo este texto conhecer, pode nos deixar sua impressão sobre...

É isso colegas, sempre que possível aproveitem as ferramentas digitais que seus livros didáticos proporcionam!


por Denise Desiderio