quarta-feira, 24 de junho de 2015

VideoTutorial: Novas formas de utilizar PowerPoint em suas aulas.

Oi Gente!

Você conhece aqueles programas de computador onde se pode fazer apresentações, principalmente aquelas boas pra passar no projeto? O PowerPoint é o mais conhecido destes programas.

Geralmente é utilizado passando o conteúdo em uma sequencia linear de slides.

Que tal uma forma mais dinâmica, divertida e interativa de utilizar o Power Point como recurso didático?

Gostou da ideia? Assista nosso tutorial e veja como fazer seus alunos se encantarem por determinado assunto utilizando este recurso de maneira inovadora.

Nestes vídeos você encontrará propostas simples de atividades e interação com o conteúdo que vão tornar sua aula muito mais interessante, além de fornecer importantes instrumentos de aprendizagem, consulta de conceitos trabalhados para seu aluno.

Trabalhando com links, imagens e texto, essa nova forma de trabalho pode facilitar a compreensão, apropriação e criticidade do aluno já que este terá acesso as diversas recursos de aprendizagem dentro de uma única ferramento que é o power point, se ele é mais visual, se precisa realizar a leitura de um texto ou assistir um vídeo para melhor compreender ,o power point oferece todos esses recursos.

Aprenda como produzir seu power point e se divirta produzindo conteúdo de qualidade para seus alunos.

Dividimos o tutorial em 4 partes e em cada uma delas explicamos a criação de uma estrutura diferente pra que você possa inserir seu conteúdo, qualquer que seja ele;

Podem ser vistos separadamente mas aconselhamos, principalmente para quem não conhece muito de PowerPoint, que vejam os 4 em sequência!


23minutos


13minutos


19minutos

 10minutos


Não deixe de nos enviar ou comentar sobre sua impressão em relação ao uso do PowerPoint e também sobre suas próprias experiências com esta ferramenta;

Veja também estes tutoriais:



Grande abraço!!

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Pesquisando com os alunos nas redes sociais


Depois do episódio “Charlie” que varreu várias escolas brasileiras disseminando o terror (rs), confirmei uma impressão minha de que os alunos utilizam a internet de maneira limitadíssima, ficando quase que  restritos as redes sociais.

Para não ficar no achismo fiz uma pesquisa entre meus alunos de 8º e 9º anos e veio a confirmação, 90% deles só realizam pesquisa quando o professor solicita e não comparam informação, leem apenas a informação do primeiro site indicado pelo Google. Nós notamos que penas um aluno entre 35 sabia que o jogo no Charlie era a propaganda de um filme, os outros compraram a ideia facilmente e mesmo tendo a internet como meio, não procuraram explicações para boa parte das dúvidas que possuem.

Isso causa alguns problemas, os alunos acreditam facilmente em noticias veiculadas em sites irônicos como o http://sensacionalista.uol.com.br/, em notícias inventadas e mal intencionadas.

Conversando com a professora de informática da EMEF que trabalho soube que quando a atividade é de pesquisa os alunos não se interessam, esperam a professora se distrair para entrar nas redes sociais.
Dados da Pesquisa Kids TICs Online.
Clique para ver mais informações.

Vamos lá:

De posse dessas informações pensei: Vamos realizar as pesquisas então dentro da própria rede social. O Facebook, por exemplo, conta com várias páginas informativas e críticas sobre diversos assuntos, então o professor pode sugerir um tema ou indicar o assunto de sua aula, e pedir aos alunos que pesquisem dentro das páginas do próprio Facebook.

É um ótimo exercício para aguçar o pensamento crítico e também uma forma de com que as notícias se espalham e interferem em nosso cotidiano.

Outra sugestão é que o aluno reflita sobre as postagens do seu feed de notícias. Analisar quais postagens são preconceituosas, quais as postagens expõe muito a pessoa que a publicou, quais fornecem informações falsas.

De fato esta geração está imersa nas novas TIC´s , mas cabe a nós professores alertá-los acerca das armadilhas da internet, se a intenção é termos alunos críticos, precisamos orientá-los a buscar, investigar, comparar informações e opiniões ao lerem uma notícia ou uma publicação veiculada nas redes sociais.

Veja também estes links sobre o assunto:

O que vocês acham sobre isso tudo?

Abraço gente!!

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Relato de prática com o Whatsapp

Oi pessoas!!

Quero compartilhar com vocês uma experiência extra sala de aula que deu muito certo, e como tudo o que dá certo deve ser disseminado...vamos lá.

No início do ano decidi utilizar grupos do whatsapp como ferramenta pedagógica então fiz 7 grupos, uma para cada série que leciono, passei listas e adicionei os alunos. A ideia inicial era lembra-los das datas das provas, enviar atividades e solucionar dúvidas.

Tive adesão de 60 a 70% dos alunos, nem todos tinha acesso ao aplicativo, repensei o ideia de enviar as atividades, não faria sentido já que nem todos os alunos teriam acesso.

Em sala de aula fizemos alguns acordos, definimos as regras do grupo, tais como: Nada de palavrões, pornografia, insultos entre outros.

Como a ideia não era tirar a diversão, eles enviam músicas, gifs, piadas, o que se configura uma ótima oportunidade de discussão. Com piadas já discutimos sobre homofobia, racismo, misoginia. Os alunos participam muito, discutem de verdade.

Além desses debates também gravam áudios, vídeos e imagens durante minhas aulas e compartilham no zap. Também discutimos sobre temas gerais e envio de imagens e vídeos de referência.

É claro que isso tudo ocupa muito do meu tempo, e por vezes não consigo acompanhar todas as discussões, adolescentes são muito rápidos e ao amanhecer tem sempre 500 mensagens não lidas mas a experiência tem sido positiva, aprendemos juntos, tenho contato mais próximo com o modo como eles pensam determinados assuntos e isso enriquece muito minhas aulas presenciais.

Para que você colega possa fazer o mesmo, tenho algumas dicas:

  • Escolha um moderador do grupo:
Escolha um aluno, pode ser um daqueles que não largam o celular na sua aula, provavelmente ele vai gostar de acompanhar as conversas. O moderador terá a função de avisar ao professor e ao grupo quando alguém estiver infringindo as regras,

  • Documente as regras:
Em sala de aula faça os acordos, defina junto com os alunos e de forma democrática as regra. Digite, imprima e faça os alunos assinarem . Isso conferirá maior importância ao acordo.

  • Esclareça:
Deixe claro que utilizaremos o watts para conversarmos, nos divertirmos mas também para ser uma extensão da sala de aula com explicações, exemplos que possam ajuda-los a compreender o conteúdo.
Insira tudo no seu Planejamento Anual;

Para evitar incidentes, podemos inserir todas as regras assinadas e os objetivos da utilização do aplicativo no Planejamento Anual e deixar a coordenação pedagógica ciente, deste modo se algum responsável por alunos vier questionar este documento poderá servir como legitimador da prática;

Abaixo alguns links com notícias sobre mais experiências de sucesso com o whatsapp em sala de aula! Basta clicar no título da matéria!


E você colega, já utilizou esta ferramenta com seus alunos?
Conte-nos como foi!!

Boa aula!!
                                                                                   por Denise Desiderio

sábado, 6 de junho de 2015

Quadrinhos. Mais dicas sobre como usar em atividades pedagógicas!

Olá colegas!!

Lidando com tantos jovens diariamente, o que não faltam são situações inusitadas, muitas delas são engraçadas.

Esses dias eu pensava que algumas destas situações que acontecem em sala de aula, são divertidas e inocentes o suficiente para serem compartilhadas, pois fazem parte da realidade de muitos docentes. Foi quando pensei que fazer charges sobre isso seria uma boa forma de abordar um tema com os alunos.

Costumava utilizar o site ToonDo para fazer quadrinhos, mas acontece que existe uma certa limitação de personagens e de fundos nesta ferramenta; ainda assim cheguei a fazer um quadrinho sobre uma situação e mostrei pra Denise, que como sempre, ou dá uma ideia ótima ou ajuda a melhorar uma ideia já boa! rss

Ela perguntou se no site onde eu fazia, não era possível fazer um boneco parecido comigo, aquilo que chamamos de Avatar, já que eram situações pessoais e tal... poxa, que legal, ai enfim....

Enquanto procurava por uma ferramenta que me proporcionasse fazer um boneco parecido comigo mesmo, encontrei uma fantástica que preciso dividir com vocês!!
Clique aqui para conhecer o link

Não é um site novo, então alguns devem conhecer, o site se chama Bitstrips!

É muito simples, fácil e divertido...e de graça!! Vc pode fazer um login inserindo seus dados ou somente logando pelo Facebook.
Antes de logar, traduza a página para facilitar seu trabalho!
Ao criar o personagem você escolhe detalhes faciais que ajudam a montar um personagem parecido com quem você quiser!!

Assim, você pode então fazer personagens históricos, da literatura ou famosos, o que ajuda a criar uma atividade pedagógica bem personalizada!!

Também é possível fazer montagens com seus bonecos e outras fotos, por exemplo colocar o personagem Salvador Dali dentro de um quadro seu explicando os elementos da obra, Marx no meio de uma greve ou protesto para explicar o socialismo, as possibilidades são infinitas e o mais interessante é que o aluno criando ou estudando a charge/tirinha fará uma leitura bastante ampla visto que contará com múltiplos elementos explicativos como imagem, palavras, personagem.

São exemplos do próprio site, só mudei a fala.
Gosto muito de trabalhar com quadrinhos, pois é uma maneira informal de aprimorar tanto a escrita quanto a compreensão e que dá muito resultado! E essa é uma área onde todos sabemos que grande parte dos alunos tem grande dificuldade: compreensão de uma situação, de um texto, e etc... e isso com certeza vai fazer parte das suas próprias ferramentas para ler o mundo que o cerca!
 Os alunos são geralmente muito receptivos! Dá pra usar com várias faixar etárias, respeitando a evolução e características de cada uma.

No livro Como usar as histórias em quadrinhos em sala de aula, encontramos um ótimo conteúdo e incríveis ideias, além disso a obra nos dá algumas razões para utilizar quadrinhos como ferramenta pedagógica.

  • Os estudantes querem ler os quadrinhos
  • Palavras e imagens, juntas ensinam de forma mais eficiente
  • Existe um alto nível de informação nos quadrinhos
  • As possibilidades de comunicação são enriquecidas pela familiaridade com as histórias em quadrinhos
  • Os quadrinhos auxiliam no desenvolvimento do hábito da leitura
  • Os quadrinhos enriquecem o vocabulário dos estudantes
Não encontramos esse livro pra disponibilizar para download mas CLIQUE AQUI e leia algumas páginas do livro no Google Livros... mas no final seria uma ótima aquisição! Tem várias dicas e dá pra consultar sempre que for preparar uma aula!!

Tem também o livro Histórias em Quadrinhos e Educação, do professor Elydio dos Santos Neto, que eu não conheço, mas foi muito bem recomendado! Se alguém souber mais sobre este livro pode nos contar, ali nos comentátios!!
Clique aqui para ir ao site da editora


No ensino de idiomas também é uma ótima ferramenta para exercitar o entendimento de um tema mais complicado, de gramática por exemplo, através do contexto em que a situação se apresenta.

Confira outras importantes dicas nos links indicados abaixo, basta clicar em cada um para ser direcionado!
  1. Postagem do nosso blog com outras ferramentas para criar quadrinhos de forma bem fácil para usar na sua aula;
  2. Apresentação de slides muito legal com dicas de utilização aliás, vale a pena indicar o blog deles também! Clique aqui e conheça o blog!
  3. Guia da UNESCO para trabalhar temas diversos usando HQs.
  4. Matéria da revista Nova Escola bem completa sobre o tema.
  5. Artigo muito esclarecedor do site Brasil Escola
  6. Ótima publicação do governo do RJ com sugestões de atividade com quadrinhos
  7. Observatório de História em Quadrinhos da USP
Só para finalizar, é importante dizer que o site que apresentamos no início, o Bitstrips, tem também um aplicativo para celular ou tablet que é bem prático apesar de não tão completo; além disso o site de internet fornece um link só para educadores, porém é uma versão paga. Ela oferece oficinas de criação de HQs e também algumas dicas de utilização, além de conteúdo específico para educadores e outras ferramentas pra incrementas seus quadrinhos!

Clique aqui e confira vc mesmo, mas não esqueça de traduzir a página caso tenha problemas como idioma
Um grande abraço, boa aula e não se esqueça de cadastrar seu e-mail pra receber novidades do Projeto Professor Wifi!!